• Ativa Gestão

Saiba diferenciar corretamente custos e despesas no seu negócio

Atualizado: Jul 29

Os erros na gestão financeira não somente geram prejuízos para o negócio como podem levar o mesmo à falência. Afinal nada ameaça mais a sobrevivência das empresas do que erros na sua gestão financeira. A falta de controle, organização e conhecimento sobre os dados financeiros afetam diretamente a base do negócio comprometendo toda a sua estrutura, como investimentos, a capacidade de honrar com os pagamentos e também o seu crescimento.


Custos e despesas fazem parte da gestão financeira de qualquer negócio. Os conceitos entre eles são frequentemente confundidos por diversos gestores e a falta de entendimento desses conceitos pode gerar consequências graves ao negócio no médio e longo prazo. Por isso uma das mais importantes exigências de uma excelente gestão financeira é possuir uma correta analise do negócio e isso incluir compreender a diferença entre custos e despesa.


Neste artigo, vamos mostra a definição e a diferença entre custos e despesas, bem como a importância de cada um para o seu negócio.


O que são custos?

Custos são gastos ligados diretamente à produção ou à atividade-fim de uma empresa, ou seja, é o valor gasto com bens e serviços para produzir outros bens e serviços.

Independente de ser uma empresa de produto ou serviço, custo é tudo o que é envolvido na produção do que é vendido.


São exemplos de custos:

· Matéria-prima,

· Energia elétrica;

· Salários dos funcionários e os encargos trabalhistas da equipe envolvida na linha de produção – (Mão-de-obra).

· Equipamentos de máquinas utilizadas na produção.

· Manutenções, materiais de conservação e limpeza do local.


O que é despesa?

Despesas são gastos relacionados à manutenção do negócio, sem interferir na produção propriamente dita, ou seja, é o valor gasto para administrar e sustentar o funcionamento da organização, sem que tenham impacto direto no processo de produção.


As despesas não contribuem diretamente para a geração de novos itens que serão comercializados pela empresa, mas estão associadas às operações que permitem que eles sejam produzidos.


São exemplos de despesas:

· Aluguel do prédio;

· Telefone e internet;

· Materiais de escritório;

· Pró-labore;

· Comissão de vendedores;

· Gastos com marketing e divulgação;

· Sistemas utilizados pela administração;

· Salários e encargos dos funcionários que não estejam ligados à mão-de-obra da operação do negócio.


ATENÇÃO! Nessa classificação entram a equipe dos departamentos: administrativo, financeiro, comercial, marketing, dentre outros que não estejam envolvidos diretamente na linha de produção, mas que são necessários para manter a estrutura do negócio funcionado.

Qual a diferença entre custos e despesas?

De modo geral, custos e despesas são conceitos que estão ligados à saída de caixa de uma empresa, ou seja, de gastos realizados para manter o negócio funcionando.


Para que fique mais fácil de classificar corretamente se o gasto refere-se a um custo ou despesa sugerimos que você se faça sempre as seguintes perguntas:


1. Este gasto está envolvido ou afeta na produção do meu produto e/ou serviço?

2. Este gasto está envolvido ou afeta no funcionamento da minha empresa?


Se a resposta do número 1 for sim ele é um custo, se for não ele será uma despesa da mesma forma que se a resposta do número 2 for sim ele será uma despesa e se for um não será um custo.


Simplificando, os custos tem a capacidade de serem atribuídos ao produto final, despesas são de caráter geral, de difícil vinculação aos produtos fabricados.


Além de dividir um gasto entre custos e despesas, ainda é possível classificar a saída financeira relativa a esses conceitos entre operações fixas ou variáveis.


Custos e despesas: diferença entre fixo ou variável.

Tanto custos como despesas podem ser fixos, surgindo mais ou menos com o mesmo valor todos os meses, ou variáveis, com oscilação de periodicidade e valor.


Fixas: esses gastos não dependem de quantidade de trabalho ou horas utilizadas, e podem ser esperadas com certeza todos os meses. Por exemplo, aluguel, salário dos colaboradores (sem contar horas extras), seguros, internet, impostos e encargos, dentre outros.

Variáveis: alguns gastos podem oscilar de acordo com a utilização ou consumo, horas trabalhadas ou desempenho da equipe. Alguns exemplos são horas extras, juros e multas; consertos de máquinas e equipamentos, dentre outros.

Conclusão

É extremamente importante que você entenda o conceito entre custos e despesas e saiba fazer corretamente a sua divisão e classificação entre o que é fixo e variável.


Saber fazer a classificação de maneira correta, além de ajudar a ter uma maior organização dos números e controle sobre o fluxo de caixa da empresa, você também terá as informações para realizar um planejamento financeiro para a o desenvolvimento do negócio, conseguindo assim tomas as decisões de forma mais assertiva. Isso porque a divisão correta dessas categorias ajuda os gestores a entender para onde esta sendo direcionado o dinheiro, identificando oportunidades e também a redução de gastos.

Conhecer os custos e despesas ajuda os gestores a melhorarem os preços e consequentemente, o lucro com as vendas de produtos e/ou serviços realizados pela empresa.


Nunca se esqueça de que você é o maior responsável pelo sucesso da sua empresa. Como um gestor você precisa ter as informações certas para tomar as melhores decisões e garantir assim o desenvolvimento e crescimento do seu negócio.

7 visualizações
CONTATO

Matriz SC

Rua Koesa, n˚ 298 - Sala 1003

Kobrasol - São José - SC CEP 88.102-310

Veja no mapa

​​

Tel: +55 48 3203 4550

Whatsapp: +55 48 98825 9359

 

ativa@ativagestao.com.br

Filial SP

Rua Américo Brasiliense, 2171

Conjunto 1106 Edifício Master Tower

São Paulo - SP - CEP 04.715-005

Veja no mapa

​​

Tel: +55 11 2597-1589

ativa@ativagestao.com.br

Nome *

Email *

Telefone *

Mensagem *